quarta-feira, 4 de março de 2015

TENHO MEDO DE SER ESQUECIDA

Via Flickr

Certo dia li que a forma mais eficiente de se imortalizar é através da mente das pessoas que nos amaram durante a vida. Digeri a frase por um tempo e senti um aperto no peito ao perceber que aquelas palavras me faziam lembrar de um grande medo que se tornou um companheiro de viagem.
Tenho amigas capazes de correr uma maratona se aparecerem com um ser rastejante em sua frente; outras, cujos olhos se enchem de lágrimas ao pensar que seus planos para o futuro possam ser frustrados. Mesmo que alguns animais pareçam perigosos e que não alcançar meus objetivos me assuste muito, não são esses meus maiores medos. 
Com o tempo e meu amadurecimento, percebi o quanto me deixava triste ver que algumas pessoas se afastaram de mim ou se ausentaram da minha vida. Não ler ou não ouvir um 'Senti sua falta!' fazia eu me sentir como se houvesse sido ESQUECIDA. E é isto que me dá pânico: eu tenho medo de não fazer falta, tenho medo de não deixar um buraco vazio quando eu me for, tenho medo de que quem eu amo não sinta vontade de me sentir por perto. 
E se eu for esquecida, não haverá uma forma de me tornar imortal, pois não haverá alguém que me ame o suficiente para se lembrar de mim.
Ter medo de ser esquecida, então, é ter medo de não ser amada?

16 comentários:

  1. Caramba, esse texto me fez refletir muito, e cheguei a conclusão que infelizmente a resposta é sim.

    Prazer, Jéssica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Jéssica. Infelizmente, né?
      Beijos da Bru <3

      Excluir
  2. Amei o seu texto... Realmente nos faz parar para pensar. Mas acho que se nós ficarmos pensando nisso, sabe... se estamos agradando alguem, vamos ficar paranoicas... O ideal é deixa a vida fluir e dar valor para aqueles que já estão ao nosso lado... Novas pessoas são consequências <3 beijos

    Baladecaramelo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jessica, você tem razão. A vida foi feita pra ser vivida um dia de cada vez. O problema é que existem esses momentos em que ficamos pensando nisso...
      Beijos da Bru <3

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Assim como Jéssica Bertolino disse, esse texto me fez refletir, obrigada. Texto maravilhoso, você escreve muito bem, e seu blog é lindo!

    http://mundodefany.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fany, fico muito grata por elogios como o teu. Obrigada, obrigada.
      Beijos da Bru <3

      Excluir
  5. Cada coisa que você faz aqui na Terra fica marcadinho de alguma forma e sempre, sempre alguém vai lembrar de você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara, Mari. Sei que existem pessoas que me querem bem, mas às vezes tenho esses momentos meio reflexivos, sabe?

      Beijos da Bru <3

      Excluir
  6. tive o mesmo sentimento, sabe aquela fase da sua vida onde tudo parece escapar?! isso é crescer, a rotina muda o tempo fica curto para qualquer coisa, e quando nos tocamos parece que estamos sozinhos o tempo todo...amigos fazem muita falta e palavras de carinho e afeto (verdadeiros) fazem mais ainda. muito bom o o seu texto
    xero

    http://desconstruindoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, isso é crescer, e pra isso algumas coisas tem que ficar pra trás, infelizmente...
      Mas sinto muito a falta de demonstrações de carinho. Não precisam ser presentes, nem nada grandioso. Uma ligação faz toda a diferença, né?
      Obrigada, flor.

      Beijos da Bru <3

      Excluir
  7. Me identifiquei, cara! É horrível ver o mundo ao redor esquecendo que existimos, enquanto insistimos em manter contato com todos. Às vezes parece que somos diferente, corremos mais atrás, sei lá. Mas sei que, de alguma forma, minha presença é importante para Deus e mais alguns. E se eu puder deixar alguma coisa de bom para o mundo, já estarei feliz!

    Abraços ♥ 48janeiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nath, é bem assim... Me sinto tentando segurar água, sabe? E ela sempre escapando pelas minhas mãos... Algumas pessoas insistem em ir embora. O que posso fazer é deixar que vão e cuidar de quem permanece comigo, principalmente Deus, que nunca nos abandona, né?
      O foco tem que ser fazer o bem mesmo.
      Beijos da Bru <3

      Excluir
  8. Mas gente que escrita é essa, me apaixonei pelo seu blog moça. Gosto de sentir as pessoas nos textos e te senti em cada linha! Parabéns...E acho que esse teu medo é comum ao meu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá pra curtir os comentários? hahaha. Obrigada, viu, moço?
      Com esse texto acabei descobrindo que não sou a única com esse medo.
      Seja sempre muito bem-vindo.
      Beijos da Bru <3

      Excluir

Deixe aqui sua opinião, críticas construtivas, ideias, etc! Vou adorar ler cada comentário! <3